Filipinas

Muitas são as iniciativas que as Filhas de São Paulo organizaram para o Ano Paulino em colaboração com os Institutos da Família Paulina.
30 junho 2008 – A arquidiocese de Manila abre oficialmente este Ano com a Celebração Eucarística na Basílica da Imaculada Conceição (catedral de Manila). Presidirá a Eucaristia o card Gaudencio B. Rosales. Está prevista uma grande participação a este evento. Será realizada uma exposição de livros, audiovisuais, minimídia e imagens de são Paulo na frente da catedral. 
6 de agosto 2008 – Será realizado um congresso sobre são Paulo para os padres, religiosos e educadores, no auditório do Seminário de São Carlos. Palestrante: pe. Virgilio David.
28 novembro 2008 – Concerto oferecido pelas Paulinas.
5 dezembro 2008 – Acampamento para jovens.
25 janeiro 2009 – Um Simpósio sobre são Paulo para os leigos. Palestrante: pe. Ted Bacani e Bo Sanchez.
7-8 fevereiro 2009 – Representações teatrais sobre são Paulo, interpretadas pelas Filhas de São Paulo de Chartres (SPC).
Julho 2009 – Exercícios espirituais para a Família Paulina. Será animado pela Ir. Elena Bosetti, sgbp.
 
Manila
A abertura oficial do Ano Paulino na arquidiocese de Manila foi a 30 de junho de 2008. A Celebração foi presidida pelo Cardeal Gaudêncio Rosales e concelebrada pelo Núncio Apostólico, sete Bispos e mais de cinqüenta sacerdotes.  A catedral, que leva o nome de Coração Imaculado de Maria, esta va repleta de gente. Muitos membros da Família Paulina, irmãs de São Paulo de Chartre (DPC), estudantes, amigos e conhecidos. Durante a homilia, o cardeal convidou à conversão do coração, como Paulo, que graças ao encontro com o Ressuscitado no caminho de Damasco mudou de perseguidor a pregador e apóstolo. “Escutar, refletir e rezar”. Este, segundo o cardeal, deve ser o empenho deste ano para conhecer a personalidade e a doutrina de Paulo, através de encontros e leituras abertos às diferentes categorias de pessoas.
 
Pasay. São Paulo narrado para as crianças
Entre os projetos apostólicos para o Ano paulino, as Filhas de São Paulo realizaram também este para introduzir as crianças no conhecimento de são Paulo.
 
Na casa de Pasay haverá um encontro mensal com as crianças e adolescentes durante todo o Ano Paulino.
 
No dia 25 do mês passado 120 adolescentes da escola dos Surdos-mudos puderam assistir uma projeção sobre são Paulo e acompanhar um filme de catequese sobre o Apóstolo, com a ajuda de monitores especializados. Depois, eles puderam manifestar o que gostaram, através de escritos e de gestos.
 
O encontro foi realizado também com outros quatro grupos da mesma escola.
 
Bicol – Palestras sobre a vida e os ensinamentos de São Paulo
Uma série de palestras sobre a vida e o ensinamento de são Paulo foi organizada, em Nag, Filipinas, pelas Filhas de São Paulo a fim de  tornar mais significativo e relevante o Ano Paulino nas regiões de Bicol. Temas: A importância de são Paulo hoje; Solidariedade no pecado e na redenção; A conversão de são Paulo e a nossa conversão; São Paulo construtor de comunidades e colaboradores do Evangelho. Palestrante: Ir. Bernardita Dianzon, fsp.
 
Na diocese de Cáceres, as palestras foram dadas nas paróquias de Calabanga, Nabua e na Catedral metropolitana. Numerosos foram os participantes: paroquianos e membros do Conselho Pastoral da região, grupos representantes do governo local, territoriais e ministros da Palavra, responsáveis pelas diversas organizações religiosas, educadores das escolas públicas. Foi dada uma palestras especial para os dirigentes, coordenadores dos vicariatos e responsáveis pelos catequistas da Comissão Catequética de Cáceres.
 
Na diocese de Daet, o sacerdote responsável das atividades para o Ano Paulino organizou a palestra em nível diocesano.  O evento foi precedido pela entronização da Bíblia na Igreja paroquial, São João Batista e foi concluído com a Celebração Eucarística presidida pelo mons. Rey Asis, vigário geral da diocese.
 
Em Libmanan, o Bispo, Dom Jose Rojas, presidiu a Celebração da Missa antes da palestra de Ir. Bernardita. Durante a homilia mons. Rojas agradeceu as Filhas de São Paulo pela iniciativa em vista do conhecimento do Apóstolo dos povos. Compareceram cerca de 450 membros das Comunidades Eclesiais de Base (BEC), que muito apreciaram a palestra. Um dos responsáveis manifestou o desejo de colocar São Paulo como patrono da BEC. Em todos os encontros foi colocado à disposição dos participantes livros, folhetos, calendários, audiovisuais, minimídia para aprofundar o conhecimento da vida e dos ensinamentos de Paulo, audaz servidor da Palavra de Deus.
 
Difusão itinerante em nome de Paulo (2008-12-01)  
No dia 18 de setembro de 2008 as Filhas de São Paulo das Filipinas deram início ao curso: o Projeto Paulino de difusão itinerante (PYID), por ocasião do ano dedicado a são Paulo.
 
O objetivo da iniciativa é tornar são Paulo conhecido através da missão nas escolas, exposições nas paróquias, formação sobre o uso das mídias e promoção vocacional. Livros, opúsculos, minimídia, calendários, audiovisuais sobre são Paulo são propostos durante as atividades apostólicas. Para a ocasião foram traduzidos, em tagalog, alguns pensamentos sobre o Apóstolo; uma novena de orações e alguns livretos em dialeto local. Será realizado ainda um workshop sobre a formação ao uso das mídias.
 
O PYID reforçará o empenho apostólico das paulinas, em particular a atividade da difusão da Palavra de Deus. Trata-se de uma preciosa oportunidade, destacou a Ir. Yolanda Dionísio, superiora provincial das FSP, para criar sinergia a fim de que todas as forças individuais, o empenho, a paixão e os talentos, sejam harmonizados para caminhar juntas na mesma direção.
 
A difusão itinerante será realizada até junho de 2009, mês em que será concluído o Ano Paulino.
 
Manila – Campus Juvenil Paulino 2008 
Mais de 2000 jovens delegados do Colégio São Paulo, provenientes das paróquias, com os jovens e as jovens da Família Paulina, de 5 a 6 de dezembro, participaram do Campus Juvenil Paulino 2008 no Colégio São Paulo de Pasig, Manila Metro. Jovens cheios de energia, vontade de viver e criatividade, manifestadas através de cantos e danças, orações e reflexões, fé partilhada sobre a vida de são Paulo.
 
Tema: A liderança de Paulo nasce do seu amor a Cristo.
 
O evento, organizado pela Família Paulina e orientado pelas Irmãs do Colégio São Paulo, foi encorajado por dom Rolando Tria Tirona, ocd, presidente da Comissão Episcopal e Bispo da província de Quezon. O bispo Tirona considerou o termo IPOD como apto para ilustrar a Interioridade e a Intimidade, a Presença e a Perfeição, a Abertura e a Oferta, o Divino e o Dever, que sintetizam a vida de são Paulo.
 
Dom Tirona presidiu a Celebração Eucarística com mais seis concelebrantes paulinos. O conhecido pregador, pe. Dominador Guzman, ssp, desafiou os jovens a imitarem são Paulo, recordando o IPOD, segundo acrobata cunhado, que transformou são Paulo num grande Apóstolo da Palavra. Além disso, destacou que os jovens são a esperança da nação e possuem notável potencialidade para se tornarem bons líderes e instrumentos de renovação, como são Paulo.
 
Manila – Solene celebração pelo Ano Jubilar Paullino
A celebração da festa da Conversão de São Paulo, animada pela Família Paulina em Quezon City, no estádio Araneta Coliseum, em 25 de Janeiro de 2009 foi dedicada ao Ecumenismo. O evento do qual participaram líderes religiosos de outras confissões e numerosos bispos católicos, foi realizado na conclusão da sétima Semana Bíblica e da Semana de orações para a unidade dos cristãos.
 
Iniciada com uma solene introdução da Bíblia, a celebração foi presidida pelo mons. Angel Lagdameo, arcebispo de Jaro e presidente da Conferência Episcopal Filipina. Em seguida, foi celebrada a Eucaristia, presidida pelo cardeal Gaudencio Rosales, arcebispo de Manila. Eram numerosos os bispos concelebrantes. O Núncio Apostólico das Filipinas, S.E. card. Edward Joseph Adams, dirigiu uma saudação aos presentes no início da Missa. O bispo Bastes, presidente da Comissão Católica do Apostolado Bíblico, durante a homelia desenvolveu o tema paolino: Eu de fato não me envergonho do Evagelho, porque é força de Deus para a salvação de todos os que creem, focalizando a atenção sobre a necessidade de uma renovação da Igreja nas Filipinas e tomando como modelo São Paulo, o Apóstolo de todas as nações.
 
Para a vivacidade e a solenidade da celebração contribuiram também a beleza da música e dos cantos executados pelo coral da Universidade São Paulo, das Irmãs de São Paulo de  Chartres, e do grupo carismático Rivers of Living Water. Foram apresentadas também sugestivas danças litúrgicas. Mons. Honesto Ontiogo, bispo da Diocese de Cubao, concedeu a indulgência plenária a todos os que participaram da celebração, também através do rádio e da televisão.
 
A primeira conferência foi realizada pelo Bo Sanchez, um leigo muito notável. Tema: O Evagelho, potência de Deus. Em seguida o mons. Chito Tagle, bispo da  Diocese de Imus, fez a colocação sobre a figura do Apóstolo São Paulo.
O evento foi transmitido pela  Tv Studio 23 e pela Rádio Veritas.
 
Cagayan de Ouro – Um simpósio encerra o Ano Paulino
Um simpósio sobre são Paulo e uma solene Celebração Eucarística concluíram o Ano Paulino na arquidiocese de Cagayan de Ouro. O evento, com o título: “Viver o espírito de são Paulo no cotidiano”, aconteceu no dia 27 de junho, dia de Corpus Christi, em Gym de Macasandin – Cagayan de Ouro.
 
Mais de 500 pessoas, provenientes de paróquias e organizações religiosas, participaram das celebrações realizadas pela Família Paulina: Sociedade de São Paulo, Filhas de São Paulo,Institutos Paulinos Agregados e Cooperadores Paulinos.  
 
Foi confiada a dois exegetas bíblicos a tarefa de ilustrar a figura e o ensinamento do Apóstolo das gentes: pe. Gil Alinsangan, ssp, Reitor do Seminário de São Paulo de Silang, Cavite, falou de são Paulo como pregador do Evangelho e formador de comunidades cristãs; o jesuíta, pe. Renato Repole, Reitor do Seminário de teologia São João Vianney apresentou são Paulo como pastor e construtor de paz.   
 
A Celebração Eucarística – presidida pelo arcebispo de Cagayan de Ouro, Antonio Ladesma, sj, com o bispo Edwin De la Pena, msp, da Prelazia de Marawi, e os sacerdotes presentes – foi, certamente, o momento central do evento. Na sua homilia, dom. Ladesma, comentando o tema do evento, ofereceu vários motivos de reflexão sobre o modo de tornar o espírito de são Paulo vivo e atual na sociedade contemporânea.

This post is also available in: Inglês Francês Italiano Espanhol